Educação não é caso de polícia

Todo apoio aos profissionais da educação.

 O coletivo do blog Capitalismo em Desencanto vem por meio desta nota – além da presença nas ruas junto a esta categoria profissional que é a de muitos de seus membros – manifestar todo apoio aos educadores que sofreram ontem mais um violento e inescrupuloso ataque da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ). Em manifestação ontem, dia 28/05/2014, os profissionais da educação acompanhavam a reunião com a prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, e ao não haver negociação saíram em marcha pela avenida Presidente Vargas.
Neste momento, a PMERJ (seguindo tenebrosa tradição fortalecida desde junho de 2013) reprimiu violentamente os profissionais da educação, deixando um saldo de inúmeros feridos, além de cinco pessoas hospitalizadas na unidade Souza Aguiar (quatro professores e um ativista político que não é profissional da educação). Neste mesmo processo de repressão, a professora Aluana foi presa no momento em que professores colavam adesivos na porta da Secretaria de Educação (SEEDUC) – permanecendo da 17ª DP até a noite, quando foi liberada após ser enquadrada em três diferentes crimes, dentre os quais figura desacato, e sob ameaças de que se houvesse mais protestos ela demoraria mais a sair.
É indignante perceber a forma como os poderosos não somente precarizam a situação da educação pública, mas como trabalham incessantemente para calar uma luta que deve ser de toda população. Educação não é caso de polícia, repudiamos a repressão autoritária e arbitrária deste Estado armado que vivemos, e reafirmamos todo apoio às categorias em luta.
Contra a repressão da PMERJ aos movimentos sociais, todo apoio aos profissionais da educação. Solidariedade aos colegas de profissão agredidos na luta por uma educação mais justa. A luta pela educação e por uma sociedade mais igualitária deve ser de todos. “Avante educadores, esta luta é minha e sua, unidos venceremos e a greve continua”.

Spray de pimenta e bombas de gás lançados sobre os profissionais da educação. (Foto de Anderson Freitas, publicada na página SEPE-Central, Facebook)

Spray de pimenta e bombas de gás lançados sobre os profissionais da educação. (Foto de Anderson Freitas, publicada na página SEPE-Central, Facebook)

Militante Eron Moraes de Melo, conhecido como Batman das manifestações, que esteve presente em grande parte dos últimos protestos no Rio de Janeiro e apoia a luta dos professores foi um dos ativistas políticos agredido pelos policiais. (Foto de Anderson Freitas, publicada na página SEPE-Central, Facebook)

Militante Eron Moraes de Melo, conhecido como Batman das manifestações, que esteve presente em grande parte dos últimos protestos no Rio de Janeiro e apoia a luta dos professores foi um dos ativistas políticos agredido pelos policiais. (Foto de Anderson Freitas, publicada na página SEPE-Central, Facebook)

Eron esteve ao lado dos profissionais na greve de 2013 e de 2014.  (Foto de Anderson Freitas, publicada na página SEPE-Central, Facebook)

Eron esteve ao lado dos profissionais na greve de 2013 e de 2014. (Foto de Anderson Freitas, publicada na página SEPE-Central, Facebook)

Durante a manifestação, inúmeros profissionais da educação foram feridos, como este professor agredido com cassetete. (Foto de Anderson Freitas, publicada na página Educação Estadual e Municipal em Greve Facebook)

Durante a manifestação, inúmeros profissionais da educação foram feridos, como este professor agredido com cassetete. (Foto de Anderson Freitas, publicada na página Educação Estadual e Municipal em Greve Facebook)

Prisão da professora Aluana. (Publicado no facebook)

Prisão da professora Aluana. (Publicado no facebook)

Anúncios
Esse post foi publicado em Educação, Política, Rio de Janeiro e marcado , , , . Guardar link permanente.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s